Publicado em

ARARAQUARA

Poucas cidades brasileiras, fora as grandes capitais, tiveram suas histórias retratadas em filmes de longa-metragem. "Araraquara - Memórias de uma Cidade", primeiro longa-metragem sobre a cidade, fez grande sucesso em sua avant première no Centro Internacional de Convenção, dia 28 passado. Agora, a partir de sexta, dia 13 de dezembro, o filme poderá ser visto no Cine Lupo.

O documentário é um filme de longa-metragem com 74 minutos de duração que narra a história de Araraquara, tendo como eixos temáticos o processo de formação do município e de sua identidade cultural.

O longa também se utiliza do recurso ficcional, com elenco local, para narrar a participação de Pedro José Neto na fundação da cidade e de como ocorreu a chacina dos Brito, que marcou profundamente o imaginário local.

O filme conta também com a participação de diversos entrevistados, entre historiadores, jornalistas e personalidades da cultura, dentre eles, Ignácio de Loyola Brandão, Beto Caloni, Anna Maria Martinez Corrêa, Teresa Telarolli, Kiko Lopes, Alvaro Rizzoli, Geraldo Godoy, Ivo Dall'Acqua, Daniel Amadeu Martins Filho e Zé Celso Martinez Corrêa, dentre outros.

Com um elenco de aproximadamente 40 atores - entre protagonistas, coadjuvantes e figurantes -, o filme apresenta alguns eixos temáticos abordando o processo de formação do município e de sua identidade cultural. Alguns fatos são recriados com elenco local para narrar a participação de Pedro José Neto na fundação da cidade e de como ocorreu a chacina dos Brito, que marcou profundamente o imaginário local. Os atores foram unânimes em destacar que Araraquara receberá uma grande produção, talvez nunca vista antes.

No elenco principal estão: Weber Fonseca (Pedro José Neto), Fernando Schimidt (Rozendo de Souza Brito), Marco dos Anjos (Coronel Carvalho), André Doriana (Manuel de Souza Brito), Anísio Ribeiro (Padre Cezarino) e Márcio Pontes (o Poderoso de Itu). A equipe técnica contou com a participação de Carlos Zalasik, diretor de fotografia de referência internacional. Um dos destaques de sua carreira é o filme "Dois Coelhos", de Afonso Poyart. Zalasik retornou há pouco de Atlanta, nos EUA, onde permaneceu por três meses, também com o diretor Poyart, rodando "Solace", produção estrelada por Anthony Hopkins e Colin Farrel.

Com Renato Barbieri, Zalasik realiza seu terceiro trabalho em direção de fotografia. Ele lembra que Araraquara será uma das poucas cidades do país que possuirá um documentário sobre sua história. "Araraquara agora terá! Isto é memória e é um grande feito do Renato. É um presente do Renato para a cidade".

O diretor Renato Barbieri é araraquarense e já realizou filmes de repercussão internacional, como "Atlântico Negro - na Rota dos Orixás", "Malagrida", "A Invenção de Brasília" e o filme de ficção "As Vidas de Maria". Ele conta que o documentário sobre Araraquara representou um grande desafio em sua carreira e, para isto, fez um grande mergulho na bibliografia histórica da região, ao lado do historiador e roteirista Victor Leonardi, parceiro de longa data.

Vale destacar que a mostra fotográfica da araraquarense Kris Tavares acompanha o filme no Cine Lupo. Ela conta que as fotos do making of retratam como é produzido o filme, documentando o set de filmagem, figurinos, o trabalho de maquiagem, de montagem de travelling (que são os trilhos) - entre outros.

Ao que se sabe, Kris é a primeira fotógrafa da cidade a assinar fotos still profissionalmente e este também é o seu primeiro trabalho para cinema. A produção do documentário lembra ainda que o espaço para os filmes em salas de cinema é muito disputado e que, a princípio, o filme tem somente a primeira semana garantida.