Publicado em

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Agência Desenvolve SP, assinou ontem, dia 20, um contrato de abertura de crédito no valor de R$ 165 milhões para ser destinado a novos financiamentos do Programa Pró-Transportes, do Governo Federal.

O programa, que conta com recursos do FGTS da Caixa Econômica Federal, é voltado às prefeituras dos municípios paulistas e, segundo o governo estadual, tem como objetivo financiar a implantação de sistemas de infraestrutura do transporte coletivo e de mobilidade urbana, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos munícipes e para preservação do meio ambiente.

A linha de crédito assinada ontem permitirá que as administrações municipais financiem, por exemplo, veículos de transporte sobre trilhos, novos terminais, bicicletários, abrigos nos pontos de parada de transporte público, entre outros itens.

Na avaliação do presidente da Desenvolve SP, Nelson Antonio de Souza, o contrato reforça a missão da agência de fomento no estímulo à atividade econômica no Estado. “Esse é o primeiro contrato da nova gestão e demonstra que iremos trabalhar sistematicamente pelo desenvolvimento de São Paulo.”

As condições do financiamento referentes a taxas, prazos e como os administrações municipais poderão pleitear os recursos junto à agência devem ser divulgadas nas próximas semanas.

Financiamentos

Instituição financeira do governo do Estado de São Paulo, a Desenvolve SP é a agência que promove, desde 2009, o desenvolvimento sustentável do Estado por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para as pequenas e médias empresas do território paulista.

De acordo com definição do próprio governo de São Paulo, o objetivo da agência é oferecer a melhoria da qualidade de vida da população e contribuir com a geração de emprego e renda em todas as regiões do Estado, promovendo o desenvolvimento local.

Em dez anos de atuação, a Desenvolve SP ultrapassou a marca de R$ 3,2 bilhões em financiamentos, impactando diretamente na geração de emprego e renda em todo Estado. Para saber mais sobre a instituição, acesse www.desenvolvesp.com.br