Publicado em

São Paulo - A Prefeitura de São Paulo vai entregar até o final deste ano 240 novos apartamentos na favela de Heliópolis. As unidades integram o programa de construção de unidades habitacionais populares da atual gestão, mas seguem projeto iniciado pelo prefeito Gilberto Kassab.



Composto por 8 prédios com 30 unidades em cada um, o Conjunto Habitacional Heliópolis tem o projeto original assinado pelo prestigiadao arquiteto Ruy Ohtake. A planta, tanto a de 2011 quanto a atual, prevê a economia de energia, além de ser adaptada para pessoas com necessidades especiais.



Ao contrário dos tradicionais conjuntos habitacionais que se assemelham a caixas colocadas umas próximas às outras, os chamados "redondinhos", privilegiam o recebimento de luz solar e eliminam a "hierarquia", comum entre as unidades de frente e as de fundos.



A gestão Kassab (PSD), em 2011, entregou, em Heliópolis, um conjunto residencial com nove prédios e 18 apartamentos em cada uma das torres, totalizando 162 unidades habitacionais, que depois foi ampliado, com mais quatro edifícios, no mesmo padrão. As obras de 2011 e a atual foram construídos por meio do consórcio das empresas Construbase e Engeform.



Em relação à obra atual, o valor investido e o prazo de entrega não foram informados pela gestão Doria. Como o projeto anterior, a área comum será privilegiada no novo conjunto habitacional. Neste haverá sala de leitura, sala de estudos, academia para idosos, playground infantil e salão de festas. E a construção será de forma a centralizar os espaços de uso comunitário e ao redor, na periferia do lote, estão localizados os edifícios.



Gestão Kassab



O conjunto Residencial Heliópolis I, primeiro dos redondinhos, tem também um centro educativo-cultural. Os apartamentos são dispostos em quatro por andar, cada um com 50m², com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Também possuem estrutura com aquecimento de água e gás encanado. Localizada no distrito de Sacomã, Heliópolis possui mais de 200 mil habitantes e é a maior favela da cidade, em cerca de 1 milhão de metros quadrados.



Leia mais em:



Construção de 'Redondinhos' em São Paulo receberá investimento de R$ 130 milhões