Publicado em

Os prefeitos de Agudos e Boraceia, municípios da região de Bauru (SP), devem embarcar para China até maio. A missão dos gestores será estreitar o contato com empresários chineses interessados em investir nessas cidades.

O convite foi feito investidores Marcello Song e Li Wing Kay, da Associação dos Empresários de Guangzhou do Brasil, em visita realizada, na quarta-feira (7), para conhecer o potencial econômico e geográfico da região. O encontro foi acompanhado pelo consultor Francisco Freitas, diretor da SociBusiness Corporation, que desde o ano passado percorre o interior de São Paulo como representante dos chineses. Freitas também irá acompanhar a comitiva brasileira durante a viagem.

Atualmente, uma das áreas de maior interesse dos investidores é a de esportes, já que o futebol passou a ser disciplina obrigatória nas escolas, o que fez crescer exponencialmente o mercado para jogadores e demais profissionais ligados à essa modalidade. Todas as negociações que envolvem a contratação de brasileiros para ensinar crianças e jovens na China são conduzidos pela família Song. Outra área de interesse para os investidores é a indústria alimentícia.

Em Agudos (a 13 km de Bauru), os empresários foram recebidos na sede da Associação Comercial pelo prefeito Altair Francisco Silva, entre outras autoridades, que apresentou vídeos institucionais mostrando o potencial da cidade, como áreas livres para instalação de grandes indústrias, boa localização geográfica, transporte público gratuito e qualidade da água. Para o prefeito, Agudos entra agora na rota de investimentos internacionais. “Essa abertura para a instalação de empresas chinesas é boa para o município e também para toda região”, destacou o chefe do Executivo.

Em Boraceia (43 km de Bauru), o grupo foi recebido pelo prefeito Marcos Bilancieri e comitiva, que mostraram as principais características da cidade, como a proximidade com a Hidrovia Tietê-Paraná, além de extensas áreas para a instalação de indústrias. “Estamos à disposição para receber os investidores chineses”, reforçou Bilancieri. Song e Li conversaram com produtores de suco de laranja e limão, que estão prontos para exportar.

Em seguida, os chineses foram visitar indústrias que já exportam ou que tenham o interesse em levar seus produtos para o exterior. “Também queremos fortalecer as empresas que já estão instaladas aqui”, garantiu o prefeito.

Na avaliação do consultor Francisco Freitas, os empresários chineses voltaram com ótimas impressões das cidades visitadas. “A excelente receptividade e abertura dos prefeitos resultou no convite para irem à China, um indicador do êxito da visita. Isso, na cultura chinesa, é extremamente importante”, resumiu Freitas.

Na bagagem de volta, a comitiva chinesa levou também produtos típicos de cada município visitado: cerveja, doces caseiros, camisetas e produtos alimentícios, como molho de pimenta e vários temperos.