Publicado em

A vereadora Janaína Lima, do Partido Novo, disponibilizou parte do espaço de seu gabinete na Câmara Municipal de São Paulo para se tornar um coworking legislativo.

O espaço compartilhado é para cidadãos que desenvolveram projetos visando melhorar a gestão pública ou que visam solucionar algum problema recorrente na cidade.

“O nosso intuito é fazer com que a Câmara também possa ser ocupada pelo povo. O coworking é para o cidadão comum que tem o desejo de contribuir com a cidade”, diz a vereadora.

Para conseguir uma vaga, o interessado deve fazer parte do programa Embaixadores da Mudança, rede de voluntários que, para ajudar na relação entre o gabinete e a sociedade, auxilia na criação de projetos do mandato.

Seleção de projetos

Para a seleção de quem vai participar, todas as soluções cadastradas serão julgadas pelo grupo do mandato. De acordo com Janaína, as iniciativas voltadas para empreendedorismo e primeira infância vão ter um peso maior, já que essas são as principais vertentes de sua gestão.

A vereadora explica que, após serem aprovados, os autores das iniciativas vão poder permanecer no coworking por três meses. “Nós vamos ajudar a estruturar a solução desde a fase inicial. Depois vamos apoiar o projeto piloto e fazer o monitoramento”, afirma Janaína.

As iniciativas apoiadas pelo gabinete podem vir a se tornar projetos de lei, segundo Janaína. Além disso, há a possibilidade de as soluções receberem recursos da iniciativa privada ou virar uma ação pontual.

O espaço compartilhado foi inaugurado no dia 25 de janeiro. O objetivo, segundo a vereadora, é que, pelo menos, a maior parte dos gabinetes do Novo também passem a oferecer coworking.