Publicado em

O Produto Interno Bruto (PIB) paulista avançou 0,9% entre abril e maio de 2019, na comparação livre dos efeitos sazonais, reflexo dos desempenhos na indústria (0,1%), nos serviços (0,3%) e na agropecuária (2,5%).

Os dados foram divulgados ontem pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, mais conhecida como Fundação Seade, um órgão da Secretaria de Planejamento e Gestão do governo do estado de São Paulo.

No acumulado dos últimos doze meses, o PIB paulista aumentou 1,4%, com crescimento nos serviços (1,4%), estabilidade na indústria (0,0%) e variação negativa na agropecuária (-2,4%).

Na comparação com igual mês do ano anterior, a atividade econômica paulista elevou-se em 5,6%, ainda de acordo com a Fundação Seade.

Com a inclusão dos dados referentes à atividade econômica em maio, as estimativas de crescimento da economia paulista para 2019 sofreram revisão positiva. Em comparação às projeções anteriores, foram registradas elevações na mínima (de 0,8% para 1,4%), na média (de 1,0% para 1,7%) e na máxima (de 1,3% para 2,0%).