Publicado em

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo entregou oficialmente na manhã de sexta (9) as novas instalações da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Patrícia Galvão, na Praça Roosevelt, centro.
A unidade atende atualmente 256 alunos entre 4 e 5 anos de idade, mas tem capacidade para receber 312 crianças.
A Emei faz parte das 104 escolas previstas no plano de expansão da rede, das quais 95 já foram entregues ao município, com a construção das últimas nove unidades em andamento.
Durante a inauguração da nova Emei, o prefeito falou da ampliação da oferta de vagas na educação infantil na região central. "Esta escola estava instalada em outro local devido às obras de revitalização da Praça Roosevelt", lembrou. "Mas, com a reforma concluída, voltou a funcionar na comunidade, onde pais e mães têm mais facilidade para deixar os filhos", acrescentou.
A Emei Patrícia Galvão foi criada em janeiro de 1970 e está em funcionamento na Rua João Guimarães Rosa, 135, desde março.
Conta com cinco salas de aula, playground e refeitório, onde são servidas quatro refeições diárias. O projeto, que teve investimento de R$ 900 mil, foi aprovado pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), e possibilitou ainda uma escola totalmente acessível a portadores de deficiências físicas, com banheiro adaptado e rampa de acesso.
"O governo do estado cedeu parte do imóvel que não estava sendo utilizado pela Escola Estadual Caetano de Campos para dar espaço à Emei. O que antes era um casarão antigo foi transformado em uma instituição de ensino", destacou o secretário-adjunto de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb).
Fim do terceiro turno
Segundo o secretário Municipal de Educação com a instalação das novas unidades, a previsão é de que no ano que vem 100% das Emeis ofereçam aos alunos uma carga horária de seis horas. "Nossa meta é acabar com o terceiro turno em todas as escolas da Rede Municipal de Ensino. Nesta Emei não é diferente. Aqui, os alunos também estudam em dois períodos de seis horas cada", ressaltou.
A prefeitura atende hoje mais de 184 mil crianças nas 514 Emeis. Com a ampliação da rede, avança a proposta de acabar com o terceiro turno na educação infantil. Em 2004, 91% dos alunos das pré-escolas tinham apenas quatro horas de aula por dia, em escolas organizadas em três turnos diurnos.
Hoje, menos de 3% dos alunos estudam em escolas organizadas em três turnos diurnos.
O Tesouro do Pop
A Secretaria de Participação e Parceria (SMPP), por meio da Coordenadoria de Convivência, Participação e Empreendedorismo Social (Conpares), promove o curso O Tesouro do Pop destinado às crianças de 8 a 12 anos, realizado nas Escolas Estufas de Jaçanã e Perus.
A ação tem como objetivo disseminar a educação ambiental entre as crianças, através da prática e da vivência, em um ambiente interdisciplinar de motivação, proporcionando o ensino de ecologia, nutrição e cidadania.
O curso possui um mês de duração e as aulas serão ministradas duas vezes por semana.
Os professores envolvidos no projeto são especializados em ecopedagogia.
Os alunos irão aprender os conceitos do cultivo de produtos orgânicos, a prática da reciclagem e a reutilização de lixo, além da conscientização sobre o consumo adequado dos alimentos.
Ao final das aulas, as crianças irão participar de uma expedição através de uma trilha ecológica e irão colher os frutos das atividades de plantio realizados durante o curso.
Para participar é necessário que a escola, creche ou entidade infantil entre em contato com a Conpares, através dos telefones: (11) 3113-9629 ou 3113-9683.