Publicado em

A Prefeitura de São Paulo lançou ontem (9) o Premia Sampa para fomentar ideias inovadoras para a gestão da capital e boas práticas da administração municipal.

A ação tem como intuito promover ações inovadoras, seja pela melhoria de práticas anteriores como pela adoção de novas ideias, e torná-las referências no serviço público, contribuindo para o desenvolvimento regional e nacional.

O prêmio é uma realização da Secretaria Municipal de Gestão (SMG) e da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT), com apoio da Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo (EMASP) e da PRODAM, empresa de soluções de tecnologia da informação e da comunicação parceira da Prefeitura de São Paulo.

Entre as categorias, há aquelas destinadas aos servidores públicos, mas também há uma para organizações da sociedade civil, assim como startups, universidades e empresas, auxiliarem na inovação das soluções dos problemas da capital.

“Uma linha do prêmio é dedicada à sociedade civil. Acho que esse é o futuro da cidade de São Paulo, é a economia criativa. A Prefeitura poder premiar boas iniciativas que vêm do setor privado é uma forma de estimular o setor privado a poder investir mais, a poder se dedicar mais para fazer de São Paulo um grande case de sucesso ”, disse o prefeito Bruno Covas durante o evento de lançamento da iniciativa.

Para valorizar ações que contribuam para a melhoria do serviço público, as categorias “Inovação em Processos Internos” e “Inovação em Serviços e Políticas Públicas” são voltadas aos membros da administração direta e indireta e também a representantes da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas do Município.

De acordo com Covas, o Premia Sampa é capaz de mostrar a importância do servidor público. “Um prêmio como esse demostra que servidor público é engajado, é motivado, tem ideias novas, consegue ajudar a administração”, comentou o prefeito.

“Precisamos mobilizar os servidores públicos em torno deste tema, inspirando a criação de uma verdadeira rede de inovação, que pode acontecer na educação, cultura, lazer ou até mesmo na área administrativa”, concordou o secretário municipal de Gestão, Sérgio Avelleda.

O lançamento do Premia Sampa aconteceu no MobiLab, Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo. O espaço pretende introduzir inovação, transparência e participação da sociedade no relacionamento da administração pública com a tecnologia.

Para o secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg, a escolha do lugar combina muito com a proposta da premiação, que busca valorizar soluções inovadoras.

Nova edição

As primeiras edições do prêmio aconteceram nos anos de 2007 e 2008, destacando projetos relacionados a temas como resíduos sólidos, moradia coletiva, pontos de leitura e uso da cor na urbanização das favelas.

As inscrições para a nova edição do Premia Sampa podem ser feitas até 3 de setembro, pelo site www.premiasampa.prefeitura.sp.gov.br, sendo dia 1º de outubro o prazo para envio do detalhamento dos projetos. A divulgação dos finalistas será feita até o final de outubro. A premiação acontecerá no mês de dezembro, mas as datas dos eventos futuros ainda serão definidas.