Publicado em

São Paulo - A SPTrans iniciou na última semana a renovação automática do Bilhete Único Especial - Pessoa com Deficiência (PCD) Permanente. Processo visa facilitar acesso aos beneficiários e melhorar fiscalização de fraudes no processo.

A mudança vai ajudar, principalmente, os 24 mil portadores de deficiência irreversível, que têm o benefício permanente, e terão a revalidação feita de maneira automática. Antes, era preciso visitar, anualmente, um posto do órgão para isso. No total, são cerca de 200 mil beneficiários desse Bilhete Único Especial.

Para outros beneficiários do bilhete, que tem a possibilidade de reversão da deficiência e, portanto, tem o benefício com tempo de validade estipulado, ainda precisam realizar a revalidação ao fim deste prazo, que pode variar entre um e quatro anos.

Cid Torquato, secretário municipal da Pessoa com Deficiência, afirma que a medida representa uma vitória da sociedade, pois a automatização desse processo era uma reivindicação comum.

O secretário frisa que a gestão tem considerado demandas e reclamações da sociedade, com intuito de melhorar os serviços, mas a quantidade de fraudes sofridas por esses serviços dificulta o trabalho. "Se tivéssemos uma incidência menor de tentativas de burlar o sistema, os serviços seriam bem melhores."

Processos

Segundo José Aécio de Sousa, superintendente de atendimento e comercialização na SPTrans, a mudança foi possível após acordo com Prodam, empresa municipal de processamento de dados e que integrará os sistemas.

Agora, a SPTrans realiza, automaticamente, uma comparação entre a lista de beneficiários pelo Bilhete Único Especial e a lista oficial de óbitos do Sistema Informatizado de Controle de Óbitos (Sisobi), do governo federal. Os nomes que constarem na lista de óbitos tem o benefício automaticamente cancelado.

Essa medida facilita a atualização e evita discrepâncias no sistema. Segundo Sousa, são solicitados mensalmente 70 mil bilhetes, de todas as categorias. Entre os pedidos do bilhete para deficientes, há uma recusa de 25% das solicitações.