Publicado em

A 24ª edição do Sesc Verão, evento que oferece atividades físicas e esportivas gratuitas em todo o Estado, está aberta e vai promover 1.800 atividades. Entre elas exposições, torneios, cursos e o contato com atletas importantes no meio nacional.

O evento espera receber, contando todas as 39 unidades e todo o período em que acontece, de janeiro a março, cerca de quatro milhões de pessoas. A movimentação é quase três vezes maior que a da última edição, com um número aproximado de 1,5 milhão de visitantes.

A iniciativa abrange a capital, Grande São Paulo, cidades litorâneas e do interior. Nesta edição, as atividades serão desenvolvidas, principalmente, em torno das relações coletivas presentes nas práticas corporais.

Para o técnico de esportes, da gerência de desenvolvimento físico e esportivo do Sesc SP, Júlio Cesar Pereira Junior, o principal objetivo da iniciativa é inserir a cultura de realizar atividades físicas no cotidiano dos paulistas.

O técnico de esportes, também da gerência de desenvolvimento físico e esportivo do Sesc SP, Fabio Henrique Miranda, acredita que a unidade de Itaquera, na região leste da capital, que vai oferecer sessões de cinema em seu Parque Aquático, seja uma das mais movimentadas da edição. Além desta, a de Interlagos, também na Zona Leste da capital e que vai receber o atleta da patinação artística, Marcel Sturmer, também promete grande visitação. A expectativa para os grandes números é porque, diariamente, os locais recebem cerca de 10 mil pessoas.

Ainda na capital, outra grande expectativa de movimentação é para o Centro da cidade. O Sesc Carmo vai montar na Praça Poupatempo Sé a “Arena Poliesportiva Sesc Verão”, com utilização do espaço para diferentes modalidades.

Estendendo para a Grande São Paulo, o Sesc Santo André vai instalar um local para atividades físicas com desafios motores. A unidade de São Caetano preparou iniciativas de duathlon, mistura das modalidades de corrida e pedaladas, no Espaço Verde Chico Mendes.

Outras localidades

Nas cidades do interior paulista, como Campinas e Ribeirão Preto, Miranda diz que grande parte das atividades serão voltadas, principalmente, para crianças ou para toda a família. “Têm cenários interativos que estimulam a imaginação. Além disso, são práticas pensadas para durar a semana toda, com começo, meio e fim, preenchendo todo o período de férias”, afirma o técnico de esportes.

As atividades são gratuitas e a classificação pode depender de cada proposta.