Publicado em

A venda de imóveis novos na cidade de São Paulo saltou 22% em maio, na comparação com abril, revelou ontem o Sindicato da Habitação (SecoviSP). Na comparação anual, o aumento foi ainda mais expressivo, chegando a 43,7%.

No quinto mês do ano foram comercializadas 3.100 unidades residenciais novas, no acumulado de 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019), as 32.642 unidades vendidas representam alta de 19,5% ante período anterior. Conforme dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), a cidade de São Paulo registrou 2.594 unidades residenciais lançadas em maio, 17,3% a menos que o mês de abril, mas 50,7% a mais que em maio do ano passado. De junho de 2018 a maio de 2019, os lançamentos na capital somaram 40.514 unidades, 32% acima das 30.689 unidades lançadas no mesmo período do ano anterior.

Os resultados de maio foram os melhores em seis anos para o mês, mas alguns fatores técnicos e burocráticos para atuação ainda preocupam. “Apesar do desempenho bom, ainda preocupa a falta de calibragem na Lei de Zoneamento”, diz presidente do Secovi-SP, Emilio Kallas.