Publicado em

As vendas nos shopping centers do País devem crescer 7,0% em 2019, de acordo com estimativa divulgada nesta terça-feira, 29, pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Se a projeção for confirmada, representará uma aceleração no ritmo de vendas do setor, que fechou 2018 com uma alta de 6,5%, totalizando R$ 178,7 bilhões.

De acordo com o presidente da associação, Glauco Humai, a perspectiva de evolução positiva das vendas está relacionada às projeções de melhora da economia nacional e redução gradual do nível de desemprego, combinado com aumento na confiança de consumidores, lojistas e donos dos centros de compras.

"Estamos vivendo o período de maior otimismo dos consumidores desde 2014. Com isso, os consumidores acabam comprando mais", salientou Humai, durante entrevista coletiva para jornalistas. "E o empreendedor também está mais confiante com o País, ampliando seus investimentos. Por isso tudo, vemos 2019 com bons olhos", completou.

Para este ano, a Abrasce prevê a abertura de 15 novos shoppings. No ano passado, foram abertos 14, totalizando 563 unidades em operação no País. Em 2018, estavam previstas 23 inaugurações, mas parte disso foi adiada ou até mesmo cancelada em função dos solavancos da economia e do replanejamento dos empreendedores, explicou Humai.

Os shoppings em funcionamento totalizam 16,3 milhões de m2 de área bruta locável (ABL) para lojistas. Esse patamar deve ser ampliando em 380 mil m2 em 2019, considerando a chegada de novos empreendimentos e a expansão das unidades já em operação. Segundo a Abrasce, 3% dos shoppings têm obras de expansão dos espaços físicos em andamento, enquanto outros 13% esperam se expandir nos próximos dois anos.