Publicado em

O mercado de fusões e aquisições teve em maio um mês bem agitado. As operações do Bradesco, Icatu Seguros e da Natura se destacaram no setor financeiro, segundo relatório da consultoria Sparks Capital, divulgado na sexta-feira.

O relatório listou as principais negociações no mercado de M&A, destacando entre elas, a do Bradesco, que anunciou a aquisição de um banco nos Estados Unidos para complementar o atendimento de seus clientes de alta renda, É a primeira vez que adquire uma instituição na América do Norte. A compra do BAC Florida Bank, de propriedade do grupo empresarial nicaraguense Pellas e com mais de 40 anos de atuação nos Estados Unidos, por cerca de US$ 500 milhões, permitirá ao segundo maior banco privado brasileiro oferecer uma gama maior de produtos no exterior aos seus clientes private não residentes.

O banco adquirido possui ativos totais superiores a US$ 2 bilhões, sendo cerca de US$ 1,8 bilhão sob gestão, e cerca de 10 mil clientes dos quais 20% são brasileiros. A negociação será efetuada à vista e em dinheiro e estará condicionada à aprovação pelas autoridades regulatórias. A aquisição permitirá ao Bradesco oferecer contas correntes nos Estados Unidos, bem como outros produtos de funding e de empréstimos, cartão de crédito e financiamentos hipotecários, além dos serviços diários para quem possui bens no país, como pagamento de contas de utilidades públicas.

A SulAmérica Seguros está deixando de atuar no segmento de capitalização, produto utilizado principalmente como garantia de aluguéis no mercado imobiliário, ao vender essas operações para a Icatu Seguros por cerca de R$ 100 milhões, mais o atingimento de determinadas condições, o que elevaria o valor total para R$ 183 milhões. Com a aquisição, a Icatu Seguros verá sua carteira subir de R$ 1,3 bilhão para cerca de R$ 2 bilhões em arrecadação anual de prêmios. A concretização do negócio depende ainda da aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)./Agências