Publicado em

- A diretora-gerente do Banco Mundial, Kristalina Georgieva, fez uma vigorosa defesa da globalização durante sua primeira visita à China, dizendo que ela ajudou países mais ricos e mais pobres e que a integração econômica dificulta que qualquer nação se afaste.

Recém-empossada, a búlgara elogiou a China por seu compromisso com as reformas econômicas e os mercados abertos. "Isso tem funcionado extremamente bem para os países mais pobres."

Mas as nações mais ricas também se beneficiaram do aumento da classe média, que está exigindo mais exportações de economias avançadas, completou Kristalina, ex-vice-presidente da Comissão Europeia./Reuters