Publicado em

O Banco Central alterou nesta quinta-feira sua projeção para o déficit em transações correntes neste ano para 19,3 bilhões de dólares, sobre 30,8 bilhões de dólares antes, após reduzir mais uma vez sua estimativa de crescimento da economia brasileira.

Agora a perspectiva é de um superávit de 46 bilhões de dólares na balança comercial, sobre 40,0 bilhões de dólares anteriormente.

Para os gastos líquidos de brasileiros no exterior com viagens, a estimativa é de 12 bilhões de dólares no ano, sobre 15 bilhões de dólares antes.

Quanto à remessa de lucros e dividendos, a expectativa para este ano foi reduzida para 17,5 bilhões de dólares, ante projeção anterior de 20,5 bilhões de dólares.

O BC também continuou prevendo um ingresso de 90 bilhões de dólares em Investimento Direto no País (IDP) neste ano.