Publicado em

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, criticou nesta quarta-feira os projetos de reforma tributária que têm sido apresentados nos últimos anos, afirmando que todos se concentram em buscar um "grande IVA nacional", unificando os impostos da União, dos Estados e dos municípios.

"Essa tem sido a tônica em todos os projetos, e o projeto que está na Câmara tem exatamente essa característica", disse o secretário, em referência à PEC 45, de autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP). Cintra faz apresentação em evento na Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse), que ocorre na Trevisan Escola de Negócios, em São Paulo.

O secretário disse mais uma vez que a principal dificuldade de discutir uma reforma com unificação de tributos para todos os entes federação é com os governadores. "Isso tem sido e vai continuar a ser uma das dificuldades, não é por outra razão que o ministro Paulo Guedes (Economia) tem dito para sermos mais Brasil e menos Brasília", disse.

Cintra apontou que o aumento da base de tributação dos serviços aumenta a importância dos municípios na discussão e traz mais complexidade para o debate. "Isso faz com que projeto com esse nível de ousadia, de unificar todos os tributos, superando as dificuldades federativas, tem hoje uma previsão de um debate longo e complexo, tendente a ser judicializado", disse.