Publicado em

SÃO PAULO - A CNP Assurances acertou nesta quinta-feira um novo acordo com a Caixa Econômica Federal para venda de seguros nas mais de 3 mil agências do banco estatal até fevereiro de 2046, em um negócio de 7 bilhões de reais, informou a Caixa em comunicado ao mercado.

A Reuters publicou mais cedo que o grupo francês deveria concluir ainda nesta quinta-feira a negociação com a Caixa.

A Caixa Seguridade terá participação de 60% por cento na joint venture e a CNP, o restante, informaram fontes à Reuters mais cedo. O acordo envolve seguros de vida e prestamista e produtos de previdência.

Um ano atrás, ambas as instituições financeiras tinham concordado em criar uma joint venture similar, mas na ocasião a CNP pagaria 4,65 bilhões de reais por um contrato para vender produtos de seguro de vida até 2041. O negócio acabou sendo revisado sob novos termos.

A nova parceria vai começar a operar em 2021, após a expiração do atual acordo, no final de 2020.

Morgan Stanley assessorou a Caixa para formação de parcerias em seguros, incluindo a renegociação da aliança com a CNP. JP Morgan Chase prestou assessoria para a CNP, afirmaram as fontes.