Publicado em

A concessionária do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), defende uma solução dentro de seu processo de recuperação judicial para o terminal. O posicionamento vem em resposta à publicação hoje no Diário Oficial da União de edital para estudos de nova concessão.

A Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) explica que está negociando com seus credores o Plano de Recuperação Judicial de Viracopos, cujas condições "estão sendo revisitadas para que seja implantada a melhor solução, visando a continuidade dos serviços prestados e a maior recuperação possível dos créditos por parte dos credores." Em maio passado, a ABV entrou com pedido de recuperação judicial, com dívidas de R$ 2,9 bilhões.

"A ABV acredita que um Plano aprovado dentro do processo de Recuperação Judicial é a melhor solução para todos os envolvidos - credores financeiros, fornecedores, colaboradores, usuários, Infraero e Anac - evitando custos desnecessários e viabilizando, inclusive, a eventual venda da participação dos atuais acionistas para terceiros", afirma em nota à imprensa.

A ABV entende que o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) decorre de legítima iniciativa do governo federal "e não exclui a solução negocial via aprovação do Plano."

O novo secretário de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, explicou esta semana que o procedimento é apenas uma preparação para iniciar o projeto de relicitação do terminal caso o consórcio que administra o aeroporto atual e potenciais investidores não cheguem a uma solução de mercado.

De acordo com o edital de chamamento, os interessados em realizar os estudos deverão entregar requerimento na Secretaria Nacional de Aviação Civil em até 30 dias.