Publicado em

WASHINGTON (Reuters) - A economista escolhida pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para o cargo vago na diretoria do Federal Reserve disse nesta sexta-feira que não acredita que as autoridades devam puxar o tapete dos mercados financeiros, de acordo com a CNBC.

Judy Shelton, indicada por Trump essa semana para o assento vago na diretoria do Federal Reserve, disse que o Fed deve ter cuidado para não criar condições financeiras que prejudiquem os mercados de ações e possam desacelerar a economia.

"Quando você considera que mais da metade das famílias norte-americanas possuem investimentos através de fundos mútuos e fundos de pensão no mercado, eu não quero que o Fed puxe o tapete deles assumindo uma posição que não é propícia a liquidez para esta economia em crescimento", disse Shelton.

Shelton também disse que acha injusto que os países usem a política monetária para criar uma vantagem competitiva com a desvalorização de suas moedas.

 

(Por Jason Lange)