Publicado em

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou no vermelho nesta quinta-feira, após a forte alta da véspera, com investidores preferindo cautela, aguardando novidades sobre a política monetária no discurso do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, em evento na sexta-feira.

O índice <.BVSP> caiu 1,18%, a 100.011,28 pontos. O giro financeiro da sessão somava 14,8 bilhões de reais.

Após alta de 2% do Ibovespa na véspera, movimento liderado por papéis de estatais, diante de expectativas ligadas à agenda de privatizações do governo federal, o foco desviou-se para o ambiente internacional.

Investidores aguardam discurso de Jerome Powell, chairman do Federal Reserve, na sexta-feira. Apesar da pressão do presidente dos EUA, Donald Trump, ele não deve adotar um tom muito distante daquele adotando em julho, quando o banco central cortou a taxa de juros pela primeira vez em uma década. Membros do Fed têm indicado indisposição para fazer mais um corte.

Para o presidente da gestora BlackRock no Brasil, Carlos Takahashi, o fato de potenciais mecanismos para estimular o crescimento mundial -tanto por vias fiscais, como monetárias- ainda estarem no campo das hipóteses tem corroborado a volatilidade experimentada nos mercados mais recentemente.

 

 

DESTAQUES

- MAGAZINE LUIZA recuou 5,77%, com a valorização no mês até a véspera alcançando 10,8%. B2W caiu 2,14% e VIA VAREJO perdeu 3,9%.

 

- GOL PN e AZUL PN cederam 5,06% e 3,78%, respectivamente, entre as maiores quedas, em meio à alta do dólar em relação ao real .

 

- PETROBRAS PN caiu 0,9%, após forte valorização na véspera. Nesta sessão, os negócios refletiram a fraqueza do petróleo no exterior. O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que "o governo estuda tudo" quando questionado sobre a possibilidade de privatizar a companhia.

 

- BRF subiu 3,13%, conforme o setor continua se beneficiando do aumento da demanda em razão da peste suína africana. Analistas do Bradesco BBI consideram BRF sua ação preferida no segmento nesse cenário. MARFRIG ganhou 4,07% e JBS recuou 0,65%.

 

- VALE cedeu 0,59%, apesar da alta dos preços do minério de ferro na China.

 

- ITAÚ UNIBANCO PN recuou 1,58%, enquanto BRADESCO PN caiu 1,3%.

 

- ULTRAPAR valorizou-se 2,51%, no segundo dia de recuperação, após fechar na terça-feira na mínima desde fevereiro de 2012.

 

- ELETROBRAS PNB ganhou 4,02% e ELETROBRAS ON evoluiu 4,07%, ampliando ganhos da véspera, diante de expectativas ligadas à privatização da elétrica.