Publicado em

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), reduziu suas estimativas para o crescimento econômico global em 2019, baixando com força sua conta para a atividade no Brasil.

Em uma atualização de suas projeções divulgadas nesta terça-feira, a OCDE passou a calcular crescimento econômico global de 3,2% em 2019, uma redução de 0,1 ponto percentual em relação à estimativa de março. Para 2020 o cálculo é de expansão de 3,4%, inalterado.

Para o Brasil, a OCDE reduziu em 0,5 ponto a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto, para 1,4%. Para 2020 o corte foi menor, de 0,1 ponto, a 2,3%.