Publicado em

O Planalto se defendeu das críticas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que o presidente Jair Bolsonaro ainda precisaria entender a importância da reforma da Previdência. O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse nesta quarta-feira, 24, que o papel de Bolsonaro tem sido "fortalecer" a proposta inicialmente apresentada e "acompanhar" os estudos e aprofundamentos no texto no Congresso.

"Dentro desse contexto, o presidente se coloca ao lado do nosso parlamento e fará de tudo para colaborar com a aprovação da proposta que inicialmente foi enviada", declarou Rêgo Barros.

Questionado sobre a possibilidade de retirar as mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural, como querem parlamentares, o porta-voz enfatizou que Bolsonaro "fará de tudo para que a proposta inicial seja aprovada".