Publicado em

Um pequeno grupo de manifestantes obrigou a Fundação Getulio Vargas (FGV) a fechar as portas e reforçar a segurança do seminário "Reavaliação do Risco Brasil", com participação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Com bandeiras do Movimento dos Sem Teto e Lula Livre, um dia depois do Superior Tribunal Federal (STF) decidir pelo fim da prisão em segunda instância, os manifestantes gritavam palavras de ordem e criticavam os leilões do pré-sal realizados esta semana, entre outras reivindicações.

Os seguranças da FGV impediram a saída dos jornalistas que tentaram deixar o local para apurar informações com os manifestantes.