Publicado em

O secretário Especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou nesta quinta-feira, 9, que, por causa das revisões nas projeções de crescimento da economia neste ano, provavelmente, será necessário fazer novo contingenciamento no Orçamento federal. Segundo Waldery, o mais provável é que um novo contingenciamento seja anunciado no próximo dia 22, quando o Ministério da Economia divulgará a reavaliação bimestral de receitas e despesas.

"As revisões do PIB têm impacto sobre a receita primária. Isso vai nos levar com probabilidade a um novo contingenciamento", afirmou Rodrigues, em palestra na abertura do 31º Fórum Nacional, organizado pelo economista Raul Velloso, no Rio.

Na palestra, Rodrigues lembrou que o governo federal trabalha com uma estimativa de déficit primário de R$ 124 bilhões e já fez um contingenciamento de pouco menos de R$ 30 bilhões.

O secretário especial também mencionou medidas nas quais o Ministério da Economia está trabalhando, como o programa de ajuda aos Estados, o leilão de blocos de exploração de petróleo e gás nas áreas excedentes da "cessão onerosa" para a Petrobras e a nova liberação de depósitos do PIS/Pasep aos trabalhadores.

Segundo Rodrigues, a nova liberação ficará entre R$ 21 bilhões e R$ 22 bilhões e será anunciada em breve.