Publicado em

O presidente da seguradora japonesa Tokio Marine no Brasil, José Adalberto Ferrara, afirmou que a reforma da Previdência, aprovada quarta-feira, 10, em primeiro turno na Câmara marca um novo ciclo de crescimento econômico no Brasil em bases sustentáveis. O placar de votação, com 379 votos a favor ante 131 contrários, sinaliza, conforme o executivo, que o governo de Jair Bolsonaro tem capital político para seguir com a reforma fiscal e administrativa.

Apesar das divergências entre o governo e o Congresso Nacional, prevaleceu, de acordo com Ferrara, o bom senso a favor da sociedade com a aprovação da reforma da Previdência. "A aprovação da reforma da Previdência na Câmara ontem (quarta) pode acelerar outras reformas no Brasil, mas as medidas econômicas só serão aplaudidas com a redução do desemprego no Brasil", avaliou ele, durante conversa com a imprensa, nesta quinta-feira.

Com melhores perspectivas para a economia brasileira aprovada a reforma da Previdência, o presidente da Tokio Marine espera que o setor de seguros, que representa cerca de 6% do Produto Interno Bruto (PIB) local, acelere o ritmo de crescimento. Até maio, o segmento apresentou expansão em torno dos 8% ante o mesmo período do ano passado.

"Acredito que voltaremos aos dois dígitos de expansão no mercado de seguros em 2020", disse Ferrara, acrescentando que a seguradora já vem investindo no País mesmo antes da reforma da Previdência e, inclusive, ampliou seu quadro de funcionários no ano passado no meio da turbulência eleitoral.