Publicado em

O Brain Open, programa de inovação da Algar Telecom, está com inscrições abertas para sua primeira edição, que vai selecionar até 12 empresas nascentes.

Com duração de quatro meses, os empreendedores têm a oportunidade, embora não seja obrigatório, de trabalhar com a equipe de telecomunicações na sede da empresa, em Uberlândia (MG).

A iniciativa busca soluções nas áreas de agronegócios, energia, saúde, logística, indústria 4.0, financeiro e soluções voltadas para pequenas e médias empresas.

O centro de inovação e tecnologia fundado pela Algar Telecom, o Brain, é responsável pelo programa. Segundo a sua fundadora, Zaima Milazzo, o objetivo é construir negócios juntamente com os empreendedores.

O produto ou serviço oriundo dessa parceria será comercializado para os clientes da empresa de telecomunicação. É desejável que a solução seja adaptável, que possa atender diversos segmentos.

Como o desejo é colocar o produto em comercialização rapidamente, Zaima explica que é necessário que a startup tenha faturamento e negócios muito iniciantes não podem se candidatar.

A fundadora do programa de inovação Brain, Zaima Milazzo

Embora não exista a obrigatoriedade, pode acontecer um investimento nas startups em troca de participação acionária.

As inscrições vão até o dia 22 de fevereiro e devem ser realizadas pelo site da Brain Open