Publicado em

SÃO PAULO - Por meio do site e aplicativo Cabenocarro, lançado em setembro de 2017 em Londrina (PR), pessoas que precisem entregar alguma encomenda podem diminuir o custo do envio do produto e enfrentar menos burocracia com o processo. Isso porque a plataforma digital conecta de maneira direta essas pessoas com motoristas que percorrerão o mesmo trajeto da entrega.

Segundo um dos fundadores do aplicativo, Marlon Pascoal, a ferramenta oferece taxas mais baratas em relação às cobradas por outras empresas de entregas, inclusive os Correios. Ele diz que o cliente que solicita o transporte pode economizar até 60% dos gastos na operação.

“Calculamos o preço com a relação entre Distância Por Tamanho [da carga]. Nosso maior desafio é tentar fazer um preço menor que o cobrado pelos Correios, por exemplo, mas que não seja tão barato a ponto de não ser rentável”, detalha Pascoal.

No momento da escolha, o cliente tem quatro opções para definir o tamanho do produto: se cabe no porta-luvas, no banco da frente, no banco de trás ou no porta-malas.

O motorista ganha uma renda extra durante seu trajeto, seja um percurso frequente, como a ida ao trabalho, uma viagem ou qualquer outra situação que envolva o deslocamento. O viajante recebe 80% do valor da operação e o restante fica com a empresa, que assim monetiza a operação.

Segurança

Uma das preocupações com esse mercado se refere à segurança. Para tentar diminuir os riscos de possíveis roubos de carga pelo uso do aplicativo, o cliente que solicita o transporte tem de mandar uma foto do produto a ser enviado.

O fundador afirma que, mesmo assim, é difícil garantir 100% de segurança. Mas explica que os clientes têm acesso ao histórico do motorista e também conseguem entrar em contato com o mesmo, facilitando sua escolha.

Pascoal diz ainda que, em caso de furto ou perda do produto, a plataforma tem uma cobertura de até R$ 2 mil, uma espécie de seguro.

Atualmente, o Cabenocarro tem cerca de 1.500 pessoas cadastradas, com aproximadamente 300 motoristas. Sua área de atuação é mais forte no sul do País - com destaque para o Paraná - e em São Paulo. O fundador prefere não revelar o faturamento.

Entrega Sustentável

A startup está desenvolvendo outro serviço, chamado Entrega Sustentável, voltado para o e-commerce. "Ainda está no começo, mas já está operando em entregas a longas distâncias", diz. A ideia é fazer entregas para sites utilizando os motoristas cadastrados no aplicativo.

Alguns sites de e-commerce já oferecem diferentes tipos de fretes, para o usuário escolher se prefere pagar o mais caro, porém com uma velocidade de entrega mais rápida, ou o mais acessível, com um tempo de espera maior. 

Entre essas opções, o site que for parceiro do Cabenocarro terá a opção de frete Entrega Sustentável, para que o produto seja entregue pelos motoristas cadastrados na startup.