Publicado em

SÃO PAULO - É comum empresas buscarem uma consultoria para aprimorar a gestão ou rever as estratégias, um investimento nem sempre acessível para micro e pequenas. Uma opção para esses empreendedores é buscar uma empresa júnior. Segundo a Brasil Júnior, entidade que representa o segmento, a economia na contratação do serviço pode chegar a 50% na comparação com uma consultoria convencional. 

O conceito de empresa júnior é uma organização composta por universitários, sem fins lucrativos, que busca fomentar o aprendizado dos alunos em determinado ramo de negócios, aproximando-os do mercado. Para quem contrata os serviços, é uma oportunidade de receber assessoria especializada, sob a supervisão de professores.  

A primeira universidade brasileira a entrar neste nicho foi a Fundação Getulio Vargas (FGV), por meio da Empresa Junior Fundação Getulio Vargas (EJFGV), criada em 1988, em São Paulo.

Segundo a diretora da área institucional da EJFGV, Ana Luiza Araújo, a definição do valor a ser cobrado dos clientes varia de acordo com o tamanho do projeto e o número de consultores necessários para a tarefa.

“Trabalhamos com cinco pilares na consultoria, que são o plano de negócios, o corte de custos, clientes no mercado, estratégia e inovação”, diz.

Ela conta que, no momento mais crítico da crise econômica que o País ainda tenta superar, os clientes procuravam a EJFGV para buscar práticas de corte de gastos. Ultimamente, no entanto, eles estão buscando projetos mais voltado para o plano de negócios, diz Ana Luiza.

Outra pioneira é a FEA Júnior USP, ligada à Faculdade de Economia e Administração (FEA) da Universidade de São Paulo (USP). A iniciativa, gerida atualmente por 30 alunos, presta serviços de consultoria em cinco áreas: recursos humanos, empreendedorismo, marketing, finanças e gestão de processos.

Diagnóstico

De acordo com a presidente da FEA Júnior, Ligia Lapertosa, o primeiro contato entre as duas pontas ocorre por telefone. É o momento em que o empreendedor informa suas demandas sobre o negócio. “Muitas vezes o próprio cliente não sabe direito qual o problema dele”, diz Ligia.

A partir disso, três membros da empresa júnior – um gerente e dois consultores - ficam responsáveis pelo desenvolvimento de uma consultoria para o cliente em questão. Esse processo inclui estudos sobre o funcionamento interno da empresa e análises externas do mercado em que está inserida. Caso o negócio seja de impacto social, a entidade reduz o preço pelos serviços prestados. 

O número de consultorias prestadas pela FEA Júnior vem crescendo. Em 2017, foram 62 projetos; para este ano, a expectativa é atender 100 empresas.

Um exemplo de negócio que recebeu auxílio foi o restaurante japonês Kitakami Sushi. O empreendimento, que já está no mercado há cerca de dois anos, enfrentava problemas como a análise de custos e a precificação dos pratos.

Gerente do Kitakami Sushi, Fábio Ranulfo diz que já trabalha no ramo há mais de dez anos, mas que não tinha muito conhecimento da área administrativa e de gestão. “Tivemos orientação, principalmente, na administração e organização na parte financeira da empresa”, conta.

Marketing digital

Focada no desenvolvimento de projetos de marketing digital, a consultoria ESPM Júnior, formada por alunos da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), foi fundada há 27 anos, em São Paulo. Atualmente, é composta por 55 estudantes.

A empresa presta consultoria para, no máximo, cinco clientes por semestre – cada projeto tem duração de cinco meses. O primeiro passo para a elaboração da consultoria é uma reunião presencial entre o empreendedor e os universitários. O encontro tem como objetivo estabelecer um alinhamento de demandas nas duas pontas.

Após essa etapa, dependendo da necessidade do cliente, a equipe desenvolve um plano de negócios, um planejamento de marketing ou um estudo de mercado. “No ano passado, por conta da crise econômica, recebemos muitas pessoas querendo abrir o próprio negócio”, afirma Vitor Renê, diretor da ESPM Júnior.

Os valores para uma consultoria, de acordo com Renê, variam entre R$ 2 mil e R$ 4 mil. Segundo ele, o preço para cada projeto é calculado tendo em vista os gastos que a empresa júnior terá e o número de clientes definidos para o semestre.

Federais

Entre as federais, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) atua há 25 anos com a UFMG Consultoria Júnior (UCJ).

A presidente da UCJ, Camila Riêra, diz que a empresa júnior foi criada para aprimorar a parte prática dos alunos. Ela ressalta que no ano passado foram realizados 40 projetos e, entre as micro e pequenas empresas, a maior demanda foi o desenvolvimento de startups. "Acreditamos que em 2018 esse número [de projetos] seja ainda maior”, diz.

A empresa oferece serviços de gestão financeira, melhores escolhas de investimento, recursos humanos e precificação de produtos.

Também conta com um estudo de marketing, dividido em duas vertentes. A primeira é a inteligência de mercado, que busca fazer análises competitivas e descobrir os fornecedores ideais. A segunda é voltada para o marketing estratégico e tem como objetivo a definição de público-alvo, produtos e promoções.

Para os empreendedores em busca de consultorias, seguem os contatos de algumas empresas juniores do Brasil:

 

Empresa júnior Telefone E-mail Endereço
FEA Júnior USP (11) 3991-5928 comercial@feajúniorusp.com Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Butantã - São Paulo
ESPM Júnior (11) 5085-4565 treinee.comercial@espmjr.org.br R. Doutor Álvaro Alvim, 123, Vila Mariana - São Paulo
Empresa Júnior FGV (11) 3799-7712 contato@ejfgv.com R. Itapeva, 432, Bela Vista - São Paulo
Insper Jr Consulting

(11)4504-2490

insperjr@insperjr.com.br R. Quatá, 300, Vila Olímpia - São Paulo
UFMG Consultoria Júnior (31) 3499-3560 relacionamento@ucj.com.br Av. Antônio Carlos, 6627, Pampulha - Belo Horizonte
PS Júnior (UFRGS) (51) 3308-3808 contato@psjunior.com R. Washington Luiz, 855 - Porto Alegre
Consultec Jr (UFC) (85) 3366-9406 diretoriaconsultec@yahoo.com.br Av. Mister Hull, bloco 708 - Fortaleza
Universitec (UFPA) (91) 3201-8022 universitec@ufpa.br Av. Augusto Corrêa - Belém
EJ BRAVA (UFMS) (67) 3345-7526 ejbrava@gmail.com Av. Costa e Silva - Campo Grande