Publicado em

A cidade de São Paulo conta com o maior número de empresas nascentes que atuam com a indústria. E a maior parte das startups que passaram por aceleração estão num estágio mais maduro, com faturamento entre R$ 1 milhão e R$ 5 milhões.

Das 295 companhias mapeadas pelo Brasil, a maior cidade do país representou o maior volume dessas empresas, ou seja, 19%. Outras 80 cidades também contam com empresas atuantes nesse segmento.

Ao todo, 46% das startups mapeadas que já passaram ou ainda passam por um processo de aceleração. Neste indicador, São Paulo se destaca como a cidade com as empresas nascentes mais maduras.

Um dos desafios para os empreendedores é o capital. Para 66% dos entrevistados, o capital próprio é a principal origem dos recursos dos negócios iniciantes. Depois de captar recursos, as maiores dificuldades para os empreendedores são: mercado (18%) e recursos humanos (16%).

O mapeamento foi realizado pela aceleradora Spin e A2C. Contou ainda com o apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

Participaram do levantamento 55 indústrias de sete Estados e 18 cidades, e 295 startups de 22 Estados e 81 cidades.