Publicado em

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (Abdi) divulgou hoje os resultados do seu primeiro Programa Conexão Startup Indústria, que contou com 27 startups e 32 negócios firmados. Anunciou ainda a segunda edição da iniciativa, que deve gerar 60 negócios e terá a participação de indústrias e empresas nascentes de Portugal.

Realizada no ano passado, a primeira edição da conexão entre empresas nascentes e indústrias contou com 32 negócios realizados, chamados de prova de conceito. Posteriormente foram realizadas dez parcerias entre esses empreendedores e grandes empresas.

Essas parcerias ocorreram entre: 3M e Trackage; BRF e Birmind; Caterpillar e MZTEC; Dow Brasil e Sunew; Embraco e Virturian; Embraer e Victor Alfa; Ericsson e Nearbee; Libbs e MSc Med; Natura e Regenera; Votorantim Cimentos e Geoinova.

De acordo com o coordenador de inovação da Abdi, Rodrigo Rodrigues, a agência vai distribuir R$ 4,8 milhões em prêmios para as empresas iniciantes nessa nova edição.

Ao todo, 30 indústrias e 60 startups devem se conectar para o co-desenvolvimento das provas de conceito, sendo 90% brasileiras e 10% portuguesas.

A internacionalização ganhou um peso maior nessa Segunda Conexão Startup Indústria, já que foi firmado um acordo com o governo português para a cooperação tecnológica entre os países, que vai envolver a conexão de empreendedores de ambos locais.

As informações foram divulgadas hoje no maior evento de empreendedorismo da América Latina, a Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (Case), em São Paulo.

Leia mais: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial abre programa de investimentos para startups do Brasil e Portugal