Publicado em

O programa de revitalização do centro histórico de São José dos Campos, denominado Centro Vivo, terá, nos próximos dias, a transformação de um cinema da década de 40 em um shopping gastronômico.

A ação se deve a uma série de ações que busca potencializar uma área que já experimentou diversos projetos sem sucesso. A nova tentativa tem apontado para a criação de um circuito cultural e gastronômico que possa ter aceitação popular.

As melhorias para atrair novos investimentos tem sido contínuas. Uma elas ocorreu na orla do Banhado, que foi reestruturada. Outra foi a criação de uma programação cultural específica para o Largo do Museu da Arte Sacra nos finais de semana.

Também aconteceu a chegada das lojas do Brás, conhecido bairro de São Paulo por produção de vestuário, para um shopping center situado nas proximidades do mercado municipal. Agora, o setor de bares e restaurantes passou a detectar um novo potencial no lugar.

O novo empreendimento transformará um antigo cinema de rua num espaço com lojas que ofereçam diversos tipos de comidas. O investimento, estimado em cerca de R$ 800 mil, criará 50 boxes no interior do prédio, inaugurado em 1941, no estilo art decó. O local está situado na Rua Coronel José Monteiro, onde fica o Bar do Coronel, outro estabelecimento comercial do mesmo grupo empresarial responsável, e que também preservou as características da arquitetura.

O Bar do Coronel, que funciona desde 1992, foi um dos pioneiros neste processo de reocupação da área central preservando suas características arquitetônicas originais. Hoje é o mais bem sucedido empreendimento em sua categoria na cidade. Além de ter se tornado uma referência para outros empresários e modelo de negócio. Como o bar restaurante Filé Miau, que também se utilizou de um casarão antigo para criar seu ponto comercial.

História

O Cine Paratodos é um dos prédios mais antigos da cidade no setor de entretenimento. Em 15 de julho de 1988, foi preservado pela lei municipal 3358/88 e depois disto já serviu desde de templo evangélico, galeria de pequenas lojas, instituição financeira até a chegada desde novo projeto, que passa também pelo conceito de resgate histórico. Os investidores são nascidos na cidade e frequentaram o local no seu auge.

O projeto buscará manter diversas características originais, além de recuperar toda a fachada com cores e detalhes da época. Foi mantida a parede na lateral do salão, que terá o detalhe de mostrar as características construtivas ao deixar os tijolos à vista. O ladrilho hidráulico na entrada foi mantido, assim como a moldura da antiga tela do cinema e um dos pontos altos do projeto original, o camarote na parte superior.

O impacto do novo shopping fez que, mesmo antes de inaugurado, mais de 50% dos boxes já estivessem comercializados – e, segundo a prefeitura, a procura tem sido intensa.

O novo centro gastronômico vem a somar com a circuito de bares e restaurantes criados dentro do mercado municipal, que teve seus horários de atendimento ampliados nos finais de semana.

O empreendimento está próximo ao teatro municipal, a biblioteca pública, e dois museus e a menos de 100 metros do calçadão da Rua Sete de Setembro, que detém a maioria das lojas de comércio popular.