Publicado em

A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Banco BMG pode movimentar cerca de 2 bilhões de reais, considerando o centro da faixa estimativa de 12,50 reais por ação, segundo dados do prospecto preliminar da oferta publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A faixa indicativa dos coordenadores da oferta vai de 11 a 14 reais por papel. O preço calculado faz com a operação movimente um total de 2,03 bilhões de reais.

A operação compreende a venda de 140 milhões de ações na oferta primária (papéis novos, cujos recursos da transação irão para o caixa do banco) e 22,3 milhões de ações no lote secundário, de papéis detidos pelo diretor executivo e conselheiro do BMG por Flavio Pentagna Guimarães Neto.

O período para os investidores interessados em participar da oferta começa nesta terça-feira (4) e vai até dia 14. A precificação acontece dia 17 e a o início das negociações dos papéis na bolsa paulista, dia 19.

O banco pretende usar os recursos da oferta primária para expansão dos negócios de forma orgânica e "por meio de aquisições estratégicas", além de ampliar canal de franquia, investimentos em marketing e em tecnologia.