Publicado em

A Anjos do Brasil, organização de fomento ao investimento anjo e apoio ao empreendedorismo de inovação, firmou uma parceria com a GBAN, comunidade global de redes de investimento anjo.

Com esta parceria a Anjos do Brasil informou, com exclusividade ao DCI, que a organização assume como membro líder da GBAN no Brasil, atuando para na concretização das três principais metas da GBAN.

A primeira é conectar os investidores anjo brasileiros com outros investidores e atores dos ecossistemas ao redor do mundo. A segunda meta é aumentar a conscientização sobre a importância e o papel dos investidores anjo nos ecossistemas empreendedores. E o terceiro objetivo é o de apoiar o desenvolvimento de grupos de investidores anjos e a promoção de mais comunicação entre organizações de investidores anjo em todo o mundo.

“A Anjos do Brasil acredita no potencial das startups brasileiras em internacionalizar-se e na importância da participação de startups internacionais no ecossistema brasileiro e esta parceria fortalece esta visão com uma atuação mais específica e propiciando a investidores e empreendedores conexões internacionais de alto nível”, afirma a organização por meio da nota encaminhada ao DCI.

Dados mais recentes da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) revelam que existem mais de 5.100 empresas nascentes em todo o País. E, 2012, este número era de 2.519 startups cadastradas.

Contudo, a associação afirma que o número de startups pode superar 15 mil se levar em conta que nem todas tem Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ou estão ainda na fase das ideias.

Em contrapartida, a ABStartups aponta que há muitas pequenas e médias empresas (PMEs) que não conseguem escalar seu negócio por falta de orientação e a única saída que veem é pedir falência