Bovespa trabalha com fluxo menor no mercado americano

SÃO PAULO – O diretor de bolsa da Fator Corretora, Rodrigo Molitano, acredita que a Bovepa fecha esta quarta-feira com um volume de negócios entre R$ 5,5 bi e R$ 6 bi

SÃO PAULO #2013 As operações na Bolsa de Valores de São Paulo BM&F Bovespa operam com um volume financeiro de R$ 3,1 bilhões, com projeção de cerca de R$ 5 bilhões até o fim do dia, abaixo da média de R$ 7 bilhões. A queda ainda reflete a paralisação dos negócios na Bolsa de Nova York, onde ainda boa parte dos investidores não conseguiu retomar as negociações por causa dos efeitos do furacão Sandy, segundo o diretor de bolsa da Fator Corretora, Rodrigo Molitano.

A parte sul da ilha de Manhattan continua sem energia elétrica e muitos clientes estão preferindo trabalhar em contingência, o que está mantendo o fluxo de negociações no Brasil também reduzido, explica o analista.

Molitano acredita que a Bovepa fechará esta quarta-feira (31) com um volume de negócios em torno de R$ 5,5 bilhões a R$ 6 bilhões. Quando a bolsa abriu nesta manhã, projetava um volume de R$ 4 bilhões. Às 13h, a Bovespa operou com projeção no pico de R$ 5,5 bilhões e voltou a cair.

Às 14h34 a Bovespa operava em queda de 1,15%, aos 57.019 pontos, com R$ 3,1 bilhões em volume de negócios. A Bolsa de Nova York ficou fechada nos últimos dois dias por causa do furacão Sandy, que atingiu a costa leste dos Estados Unidos. A bolsa novaiorquina não fechava em dia comercial desde 1985, quando o furacão Glória atingiu a cidade. Na segunda-feira (29), a Bovespa fechou com movimentação de R$ 4 bilhões e, na terça-feira (30), com R$ 3,2 bilhões.

Leia também

Compras por impulso: como reconhecer sinais e buscar ajuda

Programa jovem aprendiz: confira as regras e idade mínima

As bolsas europeias também sofreram impacto com o fechamento do mercado americano e registraram queda na terça-feira. Molitano acredita que parte do mercado europeu ainda deve sofrer com os reflexos do furacão, uma vez que as grandes resseguradoras concentram-se no continente europeu e devem ter prejuízo por causa do desastre nos Estados Unidos.

Retomada

Até o fim da semana, a tendência é a normalização dos negócios. No entanto, Molitano ressalta que, como a Bovespa não abrirá na sexta-feira (2) por causa do feriado de Finados, os investidores devem agir com cautela até lá, à espera dos resultados do mercado de trabalho nos Estados Unidos, que serão divulgados no dia 2. “O investidor terá mais cautela. Como a bolsa não vai operar nesse dia, ele recua para ver o que vai acontecer, para depois tomar uma posição na segunda-feira [5]”, indica o diretor da Fator Corretora.

Na madrugada desta quarta-feira (31) foram divulgados dados sobre a China que indicam uma desaceleração para o próximo trimestre, o que, segundo Molitano, afetou o resultado das commodities e principalmente dos minérios brasileiros. Analistas indicam que o preço do minério deve voltar a ceder. Na Bovespa, os papeis da Vale (VALE3 e VALE5) registravam queda de 0,72% e 0,99% às 14h24.

- PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes