Publicado em

A Hubcash, nova fintech de gateway de pagamentos, pretende dobrar o número de parceiros até o começo de 2019. Voltada para pequenos e médios e-commerces, a iniciativa aposta na não cobrança de mensalidades ou de taxa de aquisição para atrair clientes.

De acordo com o sócio-fundador da Hubcash, Robson Michel Parzianello, a principal proposta é “sanar” as dores do midle market no quesito de taxas e serviços.

“Queremos oferecer flexibilidade de tarifas na parte de serviços, principalmente, porque essas empresas que não possuem um grande volume transacional financeiro online, dificilmente conseguem galgar taxas melhores com os tradicionais gateways”, afirma.

O atrativo, segundo o executivo, é a isenção de mensalidades ou custo de aquisição para uma “solução feita sob medida”. A empresa interessada pagaria cerca de 3,8% do percentual de cada compra feita por cartão de crédito, sendo que o valor percentual pode ser reduzido conforme o volume transacional mensal.

“Cerca de 90% do comércio eletrônico nacional são representados por negócios de pequeno porte. A ideia é diversificar a forma dos empresários receberem os pagamentos e viabilizá-los para o negócio”, completa Parzianello.

Ele reforça também a possibilidade de o parceiro escolher se deseja ou não antecipar automaticamente recebíveis de compras parceladas. “A prática afeta a rentabilidade de inúmeros varejistas, limitando a sua margem de lucro e até impossibilitando a realização de promoções junto aos consumidores finais”, acrescenta.

O produto foi lançado como piloto no ano passado e, desde então, também trouxe a possibilidade de marketplaces para seus parceiros.

“Atualmente, realizamos a administração do sistema de pagamentos de 20 lojas virtuais nacionais. A expectativa é iniciar o ano de 2019 com o dobro de parceiros”, conclui.