Publicado em

Os deputados estaduais Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro, e Marcelo Freixo (PSOL-RJ) trocaram acusações envolvendo as siglas e apoios a investigados por corrupção. No Twitter, Freixo puxou o debate ao questionar o PSL por apoiar André Corrêa, preso ontem, para presidente da Alerj. Flavio comprou a briga e vinculou o PSOL ao PT. " Corrêa é o candidato do PSL para a presidência da Alerj. Não era para combater a corrupção?", escreveu Freixo. "O PSOL apoiou para Presidência o candidato do presidiário e nós convidamos aquele que o condenou", disse Flavio