Publicado em

O centro-sul do Brasil vai produzir menos açúcar do que o esperado inicialmente na nova temporada iniciada em abril. À medida que preços maiores da gasolina elevam a demanda por etanol, as usinas alocam menos cana para a produção do adoçante, como informou a INTL FCStone nesta terça-feira.

A consultoria cortou sua projeção para a produção de açúcar no centro-sul do Brasil para 27,8 milhões de toneladas, de 29,5 milhões estimadas em março. A consultoria disse que as usinas devem utilizar apenas 37,1% da cana para produção de açúcar, ante quase 40% previstos antes. “Olhando os preços para o petróleo e açúcar desde o início do ano, nós vemos que o petróleo subiu 35%, enquanto o açúcar caiu 5%”, disse a FCStone, acrescentando que preços mais altos no petróleo elevam custo da gasolina no País./Reuters