Publicado em

As vendas de papelão ondulado utilizado em embalagens - caixas, acessórios e chapas - cresceram 11,7% em junho ante o mesmo mês de 2017, informa a Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO) com dados preliminares, para 324.324 toneladas. Na comparação com março houve queda de 4,87%.

O mês de junho contou com um dia útil a mais, de modo que a expedição por dia útil cresceu 7,4% sobre igual mês de 2017.

De acordo com o boletim estatístico da ABPO, considerando os dados livres de influência sazonal, as vendas cresceram 34% em relação a maio, passando de 241.710 para 323.903 toneladas - maior valor da série histórica. Na média do bimestre maio-junho (de 282.806 toneladas), o desempenho ficou 4,9% abaixo da média dos quatro primeiros meses do ano, de 297.270 toneladas.

Para Aloisio Campelo Junior, superintendente de Estatísticas Públicas do IBRE/FGV, o resultado aparentemente favorável reflete principalmente a recomposição da expedição após a greve dos caminhoneiros.