Publicado em

A Divisão Química da Georgia-Pacific oficializa hoje a compra de duas fábricas, localizadas em Jundiaí (SP) e Ananindeua (PA), que produzem resinas utilizadas na fabricação de pastilhas e lonas de freio, compensados e aglomerados de madeira, abrasivos e produtos termoisolantes presentes em fogões, geladeiras, fornos. Com vendas anuais de US$ 700 milhões, a Divisão Química é parte da Corporação Georgia-Pacific, cujo faturamento no ano passado foi superior a US$ 23 bilhões.

A decisão de investir no País ganhou força a partir de 1998, quando a companhia adquiriu duas plantas industriais no Chile e na Argentina. Hoje, nos dois países, Georgia-Pacific produz anualmente 190 mil toneladas de formol, matéria-prima derivada do metanol e utilizada na fabricação de resinas, e mais 105 mil toneladas de resinas termofixas de uso industrial. A presença no Brasil tornou-se possível com a compra de uma empresa do grupo europeu Total Fina ELF .