Publicado em

RIO DE JANEIRO - O governo federal garantiu nesta sexta-feira a arrecadação de mais 6,8 bilhões de reais em bônus de assinatura com o leilão de quatro blocos no pré-sal, que preveem ainda investimentos mínimos de 1 bilhão de reais, de acordo com dados da reguladora ANP, que realizou o certame nesta sexta-feira.

Com esse montante, o governo contabiliza arrecadação de 28 bilhões de reais com bônus de leilões de áreas de petróleo, desde setembro do ano passado, com base em informação do secretário-executivo de Minas e Energia, Márcio Félix.

Além do bônus, no caso dos leilões do pré-sal, a União garante no futuro os recursos do chamado óleo lucro ofertado pelas petroleiras nas licitações.