Publicado em

O governo federal realizou alterações na relação de blocos para exploração e produção de petróleo e gás que serão oferecidos a investidores em um leilão de concessões previsto para 2019, segundo resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) publicada nesta quarta-feira.

A decisão do colegiado composto por autoridades retira blocos em bacias terrestres da 16ª Rodada de licitação em regime de concessão, prevista para o próximo ano.

De acordo com a resolução do CNPE, saíram da lista de blocos do leilão aqueles localizados bacias terrestres do Solimões (setor SSOL-C) e Parecis (setores SPRC-L e O), bem como aqueles em todos setores terrestres das bacias maduras de Sergipe-Alagoas, Recôncavo, Potiguar e Espírito Santo.

Com isso, o leilão de concessões de 2019 deverá apenas ter blocos nas bacias de Pernambuco-Paraíba (setor SPEPB-AP3), de Jacuípe (setor SJA-AUP) e de Camumu-Almada (setor SCAL-AUP), de Campos, águas profundas fora do polígono do pré-sal (setores AUP3 e AUP4) e de Santos (setor SS-AUP5), ainda segundo a resolução do CNPE.

Acesse a íntegra da resolução do CNPE no Diário Oficial da União: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=01/08/2018&jornal=515&pagina=5&totalArquivos=133