Publicado em

São Paulo A Pepsico, quarta maior fabricante de alimentos e bebidas no mundo, pretende expandir sua atuação no segmento de bebidas no Brasil. Segundo o presidente da Divisão de Bebidas para América do Sul, Paulo Campbell, a companhia ampliará em 10% sua produção este ano. "A fábrica em Feira de Santana [BA], que produzirá achocolatados e que tem previsão para iniciar as suas operações ainda neste semestre, terá um "puxadinho" para produzir algumas novas linhas de bebidas", afirma Campbell. -

O executivo não revela investimentos para viabilizar as estratégias do crescimento projetado de até 20% para este ano, por conta da concorrência no setor. "Não somos líderes no Brasil em bebidas, mas nossos concorrentes estão de olho em nosso posicionamento", explica ele. Já as marcas Gatorade e H2O, que pertencem ao portfólio da Pepsico são líderes em suas categoria. Segundo ele, o faturamento da divisão de bebidas da companhia no País cresceu mais de 10% em 2010.

Os investimentos na fábrica em Feira de Santana foram de cerca de R$ 20 milhões mas, segundo Campbell, ainda não há data certa para inauguração. A previsão é que a operação se inicie ainda durante este primeiro semestre. Já a ampliação da planta para produção de bebidas deverá ocorrer até o fim deste ano.

No segmento de bebidas, a multinacional norte-americana conta com parcerias como a Unilever, na marca Lipton. Outra parceira da multinacional é a Companhia Brasileira das Américas (AmBev), que desde 1997 ficou responsável pela mistura do concentrado e engarrafamento do refrigerante Pepsi, na fábrica de Manaus, além da distribuição aos pontos de venda de todo o País.

A Pepsico detém as marcas Gatorade, Propel, Kero Coco e Trop Coco (água de coco), Frutzzz, H2OH! e Pepsi-Cola. Mas a companhia é líder apenas nos negócios que estão sob a marca Elma Chips.

A empresa triplicou de tamanho no País, nos últimos sete anos. A PepsiCo no Brasil possui 15 fábricas e com cerca de 10 mil funcionários. A multinacional possui três operações globais - a Pepsico Americas Foods, a PepsiCo Americas Drinks e a PepsiCo International, de alimentos e bebidas. No quarto trimestre do ano passado, a Pepsico registrou lucro líquido de US$ 1,37 bilhão, queda de 4,8% em relação aos US$ 1,43 bilhão no mesmo período de 2009. No acumulado do ano, o lucro líquido somou US$ 6,3 bilhões incremento de 6% sobre o ganho em 2009.