Publicado em

A Suzano informou ter assinado nesta segunda-feira termo de compromisso como Banco do Brasil para emitir 4 bilhões de reais em debêntures com vencimento em um ano, em regime de garantia firme de colocação, no âmbito da fusão com as operações da Fibria.

"A captação ...somada ao desembolso a ser realizado dos 2,3 bilhões de dólares contratados no compromisso inicial de financiamento da transação concluem a estrutura de financiamento necessária para a operação", disse a Suzano em fato relevante.

Os controladores da Suzano e da Fibria anunciaram em março deste ano a criação da maior produtora de celulose do mundo e no final de novembro obtiveram a aprovação da União Europeia, último obstáculo para a operação, liberando-as para marcarem a conclusão do processo de formação do grupo para 14 de janeiro.

As ações da Suzano estavam em leilão às 10:28 (horário de Brasília), depois de terem as negociações suspensas temporariamente em razão da divulgação do fato relevante.

Em comunicado separado, a Suzano disse começa nesta segunda-feira a negociação de American Depositary Receipts (ADR) Nível II da companhia na bolsa de valores de Nova York.