Publicado em

BUENOS AIRES (Reuters) - O candidato de oposição à presidência da Argentina, Alberto Fernández, afirmou nesta quarta-feira que o país corre o risco de ficar sem reservas internacionais devido à sua crise financeira, em entrevista à rádio El Destape.

Fernández disse que as novas medidas econômicas anunciadas por Macri nesta quarta-feira, incluindo impostos mais baixos e subsídios para o bem-estar, são positivas, mas aconteceram tarde demais. Ele também disse que não faz sentido se encontrar com Macri, mas que ajudará o governo.

Macri afirmou que está disposto a se reunir com a oposição quando anunciou as novas medidas econômicas.

(Reportagem de Nicolás Misculin)