Publicado em

BRASÍLIA (Reuters) - Os Estados Unidos não mencionaram apoio ao ingresso do Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em carta enviada ao organismo no fim de agosto em que manifestaram respaldo às candidaturas da Argentina e da Romênia, informaram duas fontes com conhecimento do assunto.

Não houve sinalização de apoio mesmo após o governo do presidente norte-americano Donald Trump ter anunciado, em maio, apoio oficial à investida.

A informação foi publicada mais cedo pela agência Bloomberg.

Segundo uma das fontes, contudo, a carta não rejeita o endosso ao pedido brasileiro e se insere em um xadrez político maior, que inclui a oposição dos EUA à gestão de Angel Gurría, secretário-geral da OCDE.

 

(Por Marcela Ayres)