Publicado em

Por Alan Baldwin

LE CASTELLET, França (Reuters) - O líder da temporada da Fórmula 1, Lewis Hamilton, e seu colega de Mercedes, Valtteri Bottas, ditaram o ritmo dos treinos livres do Grande Prêmio da França nesta sexta-feira.

A Ferrari, que acaba de ter negado um recurso contra punição a Sebastian Vettel, que tirou dele a vitória no GP do Canadá de 9 de junho, mais uma vez superou todos os demais.

    Hamilton, que chegou tarde na quinta-feira por ter comparecido a uma homenagem ao estilista Karl Lagerfeld em Paris, percorreu o circuito Paul Ricard de Le Castellet em 1min32seg738 na primeira sessão.

    O finlandês Bottas inverteu a situação de tarde, fazendo uma volta em 1min30seg937 que deixou o pentacampeão mundial na segunda colocação, 0seg424 mais lento.

    Hamilton encerrou a sessão sob investigação por um incidente com Max Verstappen, da Red Bull, no qual o britânico saiu da pista e voltou à frente do jovem holandês.

    Charles Leclerc, da Ferrari, foi o terceiro mais rápido nas duas sessões, e Vettel ficou em quinto e quarto, respectivamente, no dia ensolarado no sul francês.

A Mercedes venceu as sete corridas da temporada.

    A Mercedes é a favorita para conseguir sua 10a vitória seguida neste final de semana, e oitava da temporada, numa pista na qual Hamilton venceu largando na pole no ano passado.