Publicado em

Por Michelle Nichols

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O novo embaixador da China junto à Organização das Nações Unidas, Zhang Jun, disse nesta sexta-feira que, se os Estados Unidos quiserem brigar com a China sobre comércio, "então brigaremos" e alertou que Pequim está preparado para adotar medidas de retaliação contra novas tarifas norte-americanas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu na quinta-feira aplicar uma tarifa adicional de 10% sobre 300 bilhões de dólares em importações chinesas a partir do mês que vem, escalando acentuadamente uma disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo.

Zhang descreveu a medida de Trump como um "ato irresponsável e irracional" e fez um apelo para que os EUA "voltem ao percurso correto".

"A posição da China é muito clara de que, se os EUA desejarem conversar, então conversaremos, se eles quiserem brigar, então brigaremos", disse Zhang. "Nós definitivamente adotaremos quaisquer contramedidas necessárias para proteger nosso direito fundamental, e também apelamos para que os EUA voltem ao percurso correto para achar a solução certa da maneira certa."

Zhang serviu como ministro-assistente de Relações Exteriores em Pequim antes de assumir o cargo como embaixador junto à ONU nesta semana. Ele falou a um pequeno grupo de repórteres na sede da ONU.

(Por Michelle Nichols)