Publicado em

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que pediram auxílio-desemprego teve um aumento menor do que o esperado na semana passada, apontando para um mercado de trabalho forte que deve continuar a fornecer suporte a uma economia de crescimento moderado.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA aumentaram em 2 mil, para 208 mil (dado ajustado sazonalmente) na semana encerrada em 14 de setembro, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Os dados da semana anterior foram revisados para mostrar mais 2 mil solicitações recebidas do que as relatadas anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam que os pedidos aumentariam para 213 mil na última semana.