Publicado em

WASHINGTON (Reuters) - Os preços ao consumidor nos Estados Unidos caíram pela primeira vez em nove meses em dezembro, em meio a uma queda nos preços da gasolina, mas as pressões inflacionárias subjacentes permaneceram firmes, enquanto os custos de moradia e saúde aumentaram de forma constante.

O Departamento de Trabalho informou nesta sexta-feira que o Índice de Preços ao Consumidor recuou 0,1 por cento no mês passado, a primeira queda e a leitura mais fraca desde março. O índice permaneceu inalterado em novembro. Nos 12 meses até dezembro, o índice subiu para 1,9 por cento, após avançar para 2,2 por cento em novembro.

Excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia, o Índice de Preços ao Consumidor aumentou 0,2 por cento, avançando ma mesma margem pelo terceiro mês consecutivo. Nos 12 meses até dezembro, o núcleo da inflação subiu para 2,2 por cento, igualando ao aumento de novembro.

As leituras de inflação ficaram em linha com as expectativas dos economistas.

 

(Por Lucia Mutikani)