Publicado em

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou veementemente nesta segunda-feira que o Irã tenha detido 17 pessoas acusadas por Teerã de serem espiãs da CIA e sentenciado algumas à morte, chamando as declarações de "totalmente falsas".

"A declaração de o Irã ter capturado espiões da CIA é totalmente falsa. Nenhuma verdade. Apenas mais mentiras e propaganda (como a derrubada do drone deles) divulgada por um regime religioso que está falhando terrivelmente e não tem ideia do que fazer", escreveu Trump no Twitter.

(Por Makini Brice e Susan Heavey)